O fenômeno Marília Mendonça nos deixou

Eu sou o tipo de fã

Que gostava de escutar

Nossa Marília cantar

Já logo pela manhã. 

Deitado no meu divã 

Até mesmo dirigindo 

Era o tempo todo ouvindo 

Sua música que contagia, 

E pra todo canto que eu ia

Seu sucesso ia curtindo.

Foi lá por Minas Gerais 

Que seu avião caiu

E ligeiro destruiu 

Marília com outros mais.

Ela cantava demais

Tinha muita preferência 

Sua música tinha essência 

Cantava pro coração, 

Tinha desejo, paixão 

Tinha loucura e sofrência. 

Ela era fenomenal

Mexia com os sentimentos 

Cantou todos os momentos 

De uma vida conjugal. 

Cantou de modo geral

A música de roedeira 

Sabia bem a maneira

Para falar de carência, 

De saudade, de sofrência 

De penar, de bebedeira.

Só nos resta lamentar

Vai deixar muita saudade 

Os seus fãs na orfandade

Estão sem acreditar. 

O país todo a chorar

Lamenta sua partida

Tão cedo, cheia de vida

Um futuro pela frente, 

Que hoje foi infelizmente 

Num acidente abatida.

Rena Bezerra

05/11/21